skip to Main Content
Sistema Acadêmico ENTRAR
Acontecimentos Poeticos

VIII Colóquio Acontecimentos Poéticos

POÉTICA COMO RESISTÊNCIA

Em tempos de crise, quando os valores mais radicais do humano correm o risco de se deteriorar e se diluir na escuridão do ser desengano, tornando o milagre da vida humana uma mera coisa, pondo em risco a própria condição de humanidade do homem, resistir é preciso. E viver é lutarA vida é luta renhida. Mas como o Curso de Letras pode fazer frente e resistir a tais transformações da sociedade? Resistir poeticamente, com a linguagem, pela linguagem, na linguagem. Poética como resistência pretende tematizar e questionar poeticamente a resistência humana diante de seus descaminhos, que por vezes dirigem o humano impropriamente, em suas más ações estranhas. Resistir pela linguagem significa encontrar no interior do real sua fala mais própria e sua dimensão mais originária. Mas o que é a fala do real em sua originariedade? A própria caminhada do humano e sua realização mais própria já fala, isto é, já presentifica esse lugar originário de linguagem. Na medida em que o humano se realiza propriamente, sendo o que é mais próprio, mostra-se o real em sua origem, acontecendo. Assim, para pensar a resistência, colocando em questão os limites e as possibilidades da linguagem, a partir dessa musa, desse diapasão, contaremos com a fala de diversos profissionais que experimentam de perto a necessidade/liberdade da linguagem acontecendo originariamente em suas mais diversas formas.

Dia 03/10

19:00h | ABERTURA

Diretora Lenilza Marins e Coord. Fábio Galera

19:15h | CONFERÊNCIA DE ABERTURA

A escrita de si em A resistência, de Julián Fuks
Profª. Drª. Shirley Carreira (UERJ)

20:15h | CAFÉ

20:45h | DANÇA AFRICANA

Profª. Kátia Bezerra (Escola de Dança Kátia Bezerra)


Dia 04/10

19:00h | MESA REDONDA

Poética e Resistência
Moderador: Prof. Dr. Tarso do Amaral (FTESM/UERJ)

Participantes:

Cartografias de identidades nativas: geografias de pertencimento e deslocamentos

Profa. Ma. Fernanda Vieira (UERJ)

A memória narrada em poesia imagética: os objetos biográficos

Profa. Dra. Adriana Jordão (UERJ)

Reflexões sobre a literatura africana, memória e resistência em ‘Black Mamba Boy’ e ‘The Orchard of Lost Souls’, de Nadifa Mohamed

Profa. Ma. Valéria Oliveira (UERJ)

20:15h | CAFÉ


Dia 05/10

19:00h | CAPOEIRA E RESISTÊNCIA CULTURAL

Representante do ABADÁ-CAPOEIRA
Mestre Cobra

Associação Brasileira de Apoio e Desenvolvimento da Arte-Capoeira

20:15h | CAFÉ

20:30h | COMUNICAÇÃO DA GRADUANDA RAQUEL DUARTE

A análise da adaptação infantil da obra Frankenstein

20:50h | LEITURA DRAMATIZADA DE “ESPERANDO GODOT”

21:20h | SARAU


Local: Bloco VI – Sala 100

Evento gratuito e válido para horas de atividades complementares.
Mais informações: (21) 2128-4938 | coordlet@souzamarques.br

Back To Top
Pesquisar