skip to Main Content

O quê?

O Exame Nacional Desempenho de Estudantes é componente curricular obrigatório dos cursos de graduação e é composto por uma prova para avaliação individual de desempenho do estudante e um Questionário do Estudante.

De acordo com a legislação, devem ser inscritos no Exame os estudantes ingressantes e concluintes dos cursos de graduação avaliados na edição, bem como estudantes irregulares.

No histórico escolar do estudante ficará registrada a situação de regularidade em relação ao Enade.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) tornou públicas 27 portarias normativas com as diretrizes de prova do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) 2018.

Nelas são apresentados os perfis, competências e conteúdos que serão avaliados em cada uma das áreas.

Para quê?

O objetivo do Enade é avaliar o desempenho dos estudantes com relação aos conteúdos programáticos previstos nas diretrizes curriculares dos cursos de graduação, o desenvolvimento de competências e habilidades necessárias ao aprofundamento da formação geral e profissional, e o nível de atualização dos estudantes com relação à
realidade brasileira e mundial, integrando o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes).

O Sinaes é composto também pelos processos de Avaliação de Cursos de Graduação e de Avaliação Institucional que, junto com o Enade, formam um tripé avaliativo, que permite conhecer a qualidade dos cursos e instituições de educação superior (IES) de todo o Brasil.

Como?

Os resultados do ENADE, aliados às respostas do Questionário do Estudante, constituem-se insumos fundamentais para o cálculo dos indicadores de qualidade da educação superior: Conceito Enade, Conceito Preliminar de Curso (CPC) e Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC), todos normatizados pela Portaria nº 40, de 2007,
republicada em 2010.

Esses indicadores mensuram a qualidade dos cursos e das instituições do país, sendo utilizados tanto para o desenvolvimento de políticas públicas para a educação superior quanto como fonte de consultas pela sociedade.

Portanto, cabem aos estudantes selecionados para o ENADE:

  • O preenchimento de um Questionário de impressões sobre a prova.
  • O preenchimento de um Questionário sobre si e sua formação.
  • A resolução do exame no dia previsto.

Quem?

A inscrição são dos ingressantes e concluintes dos cursos avaliados, mas somente os concluintes farão o exame.

De acordo com a Portaria INEP/MEC nº 501, de 25 de maio de 2018, em seu art. 7º, para fins do disposto, consideram-se:

Estudantes ingressantes: aqueles que tenham iniciado o respectivo curso no ano de 2018, devidamente matriculados, e que tenham de zero a vinte e cinco por cento da carga horária mínima do currículo do curso cumprida até o último dia do período de retificação das inscrições do Enade 2018.
Estudantes concluintes dos cursos de bacharelado: aqueles que tenham expectativa de conclusão do curso até julho de 2019 ou que tenham cumprido oitenta por cento ou mais da carga horária mínima do currículo do curso da IES até o último dia do período de retificação das inscrições do Enade 2018.

Dentre todos os cursos avaliados esse ano, os cursos de Administração e de Ciências Contábeis da FTESM, são os elencados para a participação no ENADE 2018.

Questionário do Estudante

O Questionário do Estudante 2018 deve ser preenchido no período de 3 de setembro a 21 de novembro de 2018, no Sistema de Cadastro do Estudante.

A partir do dia 9 de novembro o concluinte habilitado a participar do Enade 2018 poderá acessar a informação sobre seu local de prova após o preenchimento do Questionário, quando será permitida a impressão do Cartão de Informações do Estudante.

O concluinte que não responder ao Questionário do Estudante ficará em situação irregular junto ao Enade.

Portarias

   

Aplicação e Estrutura da Prova?

O Enade 2018 será aplicado em 25 de novembro com início às 13h30 (treze horas e trinta minutos) do horário oficial de Brasília/DF.

A prova terá dez questões do componente de formação geral (comum a todos os estudantes), sendo duas discursivas e oito de múltipla escolha; e 30 questões nos componentes específicos de cada área, sendo três discursivas e 27 de múltipla escolha.

Back To Top
Pesquisar